Florence + the Machine

RSS
Compartir

25 Ene 2012, 1:02

Terça 24 Jan – Summer Soul Festival 2012

Com pontualidade inglesa, a banda subiu ao palco, ambientado por vitrais art decó, a abertura fica a cargo de Only If for a Night, ela sobe ao palco, ovacionada pela platéia ansiosa, ela vai ao centro e canta: "and i had a dream about my oldschool, and she was there all pink and gold and glittering, i trew my arms around her legs, came to weeping." Ao longo dessa poderosa introdução ela vai se transformando em um fantasma translúcido, como uma visão. Depois ela ganha a platéia com um "E aí São Paulo" bem britânico. Entram os primeiros e bizarros sons de What the Water Gave Me, Cosmic Love em seguida, que é seguida de Never Let Me go, depois disso ela canta mais musicas do lungs, destaque para Between Two Lungs que foi a coisa mais transcendental que eu já ouvi, foi como se eu estivesse no fundo do oceano e de repente fosse puxado para cima na velocidade da luz e respirado na superficie pela primeira vez, ela deve ter alguma coisa mesmo entre os seus dois pulmões que a fez transcender nessa musica de uma forma única e de outro planeta, só sei que ouvia ela cantar os "uhs" finais de boca aberta e sentindo calafrios, depois ela própria derrete nas notas finais da harpa, fazendo suas típicas dancinhas de garota possuída .O repertório segue e volta a Ceremonials com Shake It Out, o cenário do palco se mistura e cai bem com o eterno fá no orgão que dura quase um minuto antes que ela volte ao pedestal espelhado no centro e cante, já bem menos eufórica ( a musica pede isso): Regrets collect like old friends, here to relieve your darkest moment, i can see no way. And all of the ghouls come out to play...". A musica cresce e creio eu que quando acaba ela se mescla com a harpa de dog days, levando todos a loucura. Ela emplaca mais uma do Ceremonials, Spectrum, e finalmente ela anuncia o fim com a poderosa No light, no light.

observações:

Achei o setlist fraco, esperava Howl, Blinding e Seven Devils, e claro, Leave my Body, mas foi lindo no geral.
Não curti muito o vestido que ela usou, parecia sufocante.
Achei que ela devia ter trazido o coro todo, pra dar um efeito mais dramático e cerimonial. As únicas que amei: what the water gave me, only if for a night, between two lungs, dog days, shake it out e spectrum.

Comentarios

  • alanfleury

    Amei a crítica. Senti que ela desafinou um pouquinho (quase inevitável e invísivel por conta da voz) no final de Only If for a Night. Esperava Howl também, minhas favoritas foram No Light, No Light e You've Got the Love. (Em parte especial, quando ela apontava para as pessoas, cantando: "You Got the love.").

    26 Ene 2012, 0:34
  • mrheigl

    O melhor show do festival. O melhor show que já fui. Concordo com relação ao setlist. Esperava que tivesse outras músicas não tão famosas como Girl with one eye e Kiss with a fist. De resto, achei simplesmente espetacular.

    26 Ene 2012, 2:31
  • Lucas_Jhord_Luc

    Pra mim foi um dos melhores também. A energia dela no palco é incrivel e as músicas absurdamente boas ajudam. Eu fiquei é com vontade de mais um. E o setlist eu não achei fraco não. Ela tem 2 albuns ótimos, alguma música boa teria que ficar de fora pra ela. O que é uma pena, eu escutaria todas ali na boa.

    26 Ene 2012, 13:56
  • energycapsule

    hurricane drunk... you've got the love foi a melhor com certeza :D

    27 Ene 2012, 20:15
  • Debs0o

    Não foi o setlist que foi fraco... foi o tempo que foi curto. Mas, fato que Howl fez muita falta. Acho q Seu Jorge não se incomodaria em entrar 4 minutinhos mais tarde.

    28 Ene 2012, 1:46
  • justmatornot

    Acho que o que compensou foi aquela shake it out linda que ela tocou, foi como se todos os meus pecados fossem perdoados naqueles acordes de órgão. Valeu muito a pena apesar de todas as que faltaram.

    30 Ene 2012, 2:41
Ver todos (6)
Dejar un comentario. Entra en Last.fm o regístrate (es gratis).