Blog

RSS
  • Uma noite cercada de amigos, era inevitável que fosse um sucesso.

    25 Mar 2011, 0:53

    Sábado 19 Mar – The Pop Festival

    Não vou chover no molhado aqui (uma piada de chuva sobre o pop festival de são paulo, que audácia!) e dizer que o show da Shakira foi fantástico, porque isso todos aqui já sabem.

    A colombiana fez tudo aquilo que a fez famosa, dançou e cantou do início ao fim da sua apresentação. Pelo menos pra mim, o mais incrível disso tudo era constatar que aquilo tudo era verdade: fiquei boa parte do show embasbacado num misto de emoções na minha cabeça, juntanto todas as imagens que tinha da Shakira (dvds, youtube, tv) e contrastando com o que estava ali, bem a minha frente. Literalmente.

    Por sorte dela eu fiquei do lado contrário do palco da sua entrada, senão ela teria perdido aquela roupa rosa da abertura. Brincadeira. Creio que seja fácil pra mim (e pra todos que ficaram grudados, quase virando uma coisa só com a grade) dizer isso, mas a grande impressão que tive foi que a grande popstar mundial hit-maker role-model dançarina-do-ventre-arrasa-quarteirão é completamente atingível. Pode parecer cliché, mas me senti próximo dela o tempo todo. E acredito que todo o estádio do Morumbi possa dizer isso. Afinal, eramos um só naquela noite, certo? :)

    E até a chuva, ah, a chuva que tanto me apavorou depois do show de Brasília ser cancelado por sua culpa, até ela não foi capaz de estragar a noite. Tal qual Shakira, terminei o show ensopado. Eu, câmera, celular e todo o resto. Todos estão bem, só eu que ainda to nessa depressão pós-show. :P
    Ficou ainda mais linda a sua dança molhada pela chuva e seu corpo que brilhava ainda mais iluminado pelos holofotes. Deu uma satisfação enorme vê-la completamente molhada, com os cabelos encharcados dançando Waka Waka com aquele sorriso enorme no rosto.

    Por fim, ficou um gosto enorme de quero mais e fico muito feliz de dizer isso sabendo que ela volta pro Rock in Rio. :)

    Ah, sim. Foi um festival. Nada mais justo que falar dos outros artistas também!

    O primeiro show foi o da banda brasileira Chimarruts, que eu não conhecia nada. Nem sabia que eles tinham uma vocalista. Mas eles foram tão simpáticos, tão carismáticos, que logo ganharam o público. Ou vai ver era a euforia de ter conseguido um lugar tão bom falando mais alto, vai saber. :P

    Logo em seguida entrou o Train, com seu completamente insano e muito divertido vocalista vestindo a camisa da seleção. Outra banda que soube ser muito simpática e carismática para um público que em sua maioria estava ali pra outro artista. Ele até reconheceu isso, com um ótimo humor: "Sei que vocês não sabem a letra, então inventem qualquer coisa". Fantástico!

    A única parte baixa (e sonolenta) foi a apresentação do Ziggy Marley. Ele subiu no palco e foi profissional. Se apresentou, cantou suas músicas e pronto. Não houve carisma, não houve a conquista do público. Acho que isso tem a ver com a ansiedade pela shakira, mas creio que o show dele tenha durado umas três horas.

    Ah, sim. Sobre o Fatboy Slim não posso falar... estava ocupado na tenda tentando garantir meus souvenirs! :P

    Pra fechar, menção honrosa para nós, fãs da Shakira. Porque somos o máximo. Passar todas aquelas horas na fila cantando e conversando sobre nossa cantora favorita foi uma experiência única.

    Que venha o Rock in Rio!
  • Magnetic Electric - Não dá pra ficar longe da Kylie

    11 Nov 2008, 3:23

    Sábado 8 Nov – Kylie Minogue - KYLIEX08 Tour

    Desde o início eu pensava que o show não iria encher muito, logo eu iria ver os primeiros atos e depois ia pro fundão ter uma vista mais "tranquila".

    Quem acha que eu consegui? Assim que Kylie cantou a primeira frase de "Speakerphone" eu me senti um pedacinho de metal perto de uma imã colossal (wtf). Era impossível sair de perto dela. Tinha que ver tudo o que ela falava, cada brincadeira que ela fazia, todos os (milhões de) sorrisos...

    Sei que só saí de perto quando acabou "In My Arms", (fiquei felizmente surpreso ao ver o quão difícil foi pra sair!) pq realmente não estava em condições pra ficar mais lol
    E claro que mordi meu cotovelo ao ouvir "Better The Devil you Know" no lado de fora e de saber que ela mandou "Come Into my World" em versão acapella.

    Mas tudo bem! No próximo show eu fico o tempo inteiro perto dela. :]
    Pq não tenho dúvida alguma de que ela voltará aqui, o mais breve possível.

    Ah, um adendo: o que é o Jamie Karitzis ao vivo e a menos de cinco metros de mim, meu deus! /fever


    ps: senti falta de chorar oceanos ao som de "I Believe in You", mas isso passa. :]
  • Faster faster faster faster faster faster, was he late?

    27 Sep 2007, 13:52

    Terça 25 Set – Marilyn Manson

    O show passou muito rápido, mas foi bem intenso. Os pontos altos foram... o show inteiro. 8D
    Manson interagiu bem com o público ("Riooooow") e eu não tinha reparado que o figurino dessa turnê era tão bonito. o/

    Saí de lá querendo mais, e querendo ouvir "Are You the Rabbit", "The Nobodies", "Antichrist Superstar"... =\